Sobre o coração elástico dos jovens e as oportunidades para as marcas

28 de Junho de 2017

A Viacom International Media Networks (VIMN) divulgou há alguns dias o seu mais novo estudo, realizado com jovens entre 16 e 24 anos, o que representa cerca de 16% da audiência total das marcas da empresa. Os dados foram examinados sob o olhar de uma nova realidade da juventude ao redor do mundo, analisando seus objetivos individuais e coletivos, além das estratégias que escolhem para sobreviver e prosperar em situações difíceis. Para desenvolver a pesquisa, foram entrevistados mais de sete mil jovens em 14 países diferentes, incluindo Brasil, Austrália, África do Sul, México e Estados Unidos, por meio de um questionário online.

O estudo revela características importantes presentes nos jovens de hoje, como confiança, inquietude, autenticidade e sensibilidade. “Cada vez mais precisamos entender o que a nossa audiência pensa e espera do mundo. Com a ‘Youth in Flux’, conseguimos captar a essência da juventude, seus anseios, objetivos e maneiras como veem e levam a vida”, diz Christian Kurz, Vice Presidente Sênior de Global Consumer Insights da Viacom. Confira abaixo alguns insights do estudo:

Amor e ódio pelas redes sociais

Apenas 21% dos jovens não sentem dificuldades em blindar-se das notícias ruins e, mais da metade deles (53%) dizem que têm uma relação de amor e ódio com as redes sociais. No Brasil, os números são ainda mais impressionantes: apenas 11% não têm problemas em ignorar notícias ruins, e 62% afirmam ter uma relação de amor e ódio com as redes sociais. O momento turbulento do país e as notícias de corrupção que ganham destaque todos os dias nos jornais contribuem com isso? É bem provável. Outro traço interessante da pesquisa é que os jovens são unicamente eles mesmos – e amam isso: a grande maioria dos pesquisados (96%) sente-se confortável sendo como são. Por aqui, o número aumenta um pouco, chegando a 97%.

Emocionais, inclusivos… Mas também realistas

Os jovens pesquisados (95%) preferem seguir seus corações, emoções, em vez da razão. No Brasil, 87% concordam com essa afirmação – colocando-os ligeiramente mais do lado da razão do que a média global. Além disso, esta juventude é otimista sobre um futuro mais inclusivo… Mas também realista: Quase todos os respondentes são guiados por esse conjunto de palavras ‘viva e deixe viver’. Por volta de dois terços dos participantes da pesquisa (63%) dizem buscar inspiração em pessoas capazes de se libertar de percepções ultrapassadas de gênero, raça, religião e demografia. No Brasil, esse pensamento atinge 69% dos entrevistados. Por outro lado, apenas 36% deles se sentem confiantes de que esta geração será menos julgadora, se comparada às outras.

Os jovens têm corações elásticos

A pesquisa ‘Youth In Flux’ também revelou três estratégias de vida que estes jovens praticam: “Autenticidade, sensibilidade e inquietude” (“Unapologetic, Sensitive, and Restless”). Eles buscam alternar essas estratégias de forma fluída, de acordo com o contexto em que estão inseridos. Segundo a interpretação dos dados da pesquisa, os jovens têm “corações elásticos”. Combinadas, essas três diferentes estratégias formam um sistema para lidar com as dificuldades diárias, com 90% deles dizendo que podem alternar perfeitamente entre uma estratégia e outra (93% BR).

Eles são “de verdade”

A despeito das críticas de parte do público sobre como os jovens buscam “maquiar” suas vidas através das redes sociais, na visão deles a autenticidade é uma busca. Para eles, essa estratégia de vida é baseada em se apoderar do que é verdadeiro/genuíno e não fingir ser alguém que não é (84%, 86% BR); eles também têm orgulho de quem são e não têm medo de se expressar (81%, 87% BR); além disso, apreciam pessoas que não têm medo de mostrar suas vulnerabilidades e seu “lado feio”, segundo 77% dos entrevistados (73% BR). Atenção para este último dado, que é absolutamente interessante para marcas, por uma questão muito evidente: um discurso fake pode ser mortal na estratégia de uma campanha.

A galera acredita no poder da empatia

Por mais tecnológicos que sejam, os jovens desejam construções de relações significativas e a intimidade com família e amigos. Além disso, querem voltar aos dias em que as pessoas tinham mais tempo para se importar uns com os outros (80%, 88% BR). Eles também acreditam que é importante contribuir com algo positivo para o mundo (84%, 93% BR) e respeitam as pessoas que se colocam no lugar das outras (84%, 93% BR).

Geração “a milhão”                            

Os inquietos são os focados em trabalhar pesado, tentar com todas as forças alcançar seus objetivos e serem os primeiros – e os melhores- sem perder tempo. Como resultado do estudo, 82% dos pesquisados não querem nunca perder tempo em um mundo que tem tanto a oferecer, com tantas possibilidades (90% BR); eles também são motivados por elogios, que tornam suas vidas melhores (82%, 87% BR) e, por fim, eles admiram pessoas que perseguem seus sonhos e estão dispostas a fazer qualquer coisa para alcançá-los (88%, 91% BR).

Para mais informações da pesquisa Youth In Flux e outros estudos da VIMN, visite: https://insights.viacom.com/.

Redação Adnews

http://adnews.com.br/adcontent/adyouth/sobre-o-coracao-elastico-dos-jovens-e-oportunidades-para-marcas.html

Snap bate Facebook e Instagram como o app mais curtido por jovens

 

17 de Outubro de 2016 15h – Atualizado às 15:18

Snap

O Snapchat realmente vem fazendo história e ao contrário da sua proposta de publicações, parece que o novato veio para ficar. Primeiro ele ultrapassou o Twitter, depois mudou de nome para Snap e criou seu próprio óculos. Agora, estudo comprova que ele é o aplicativo mais utilizado por adolescentes, desbancando Facebook e Instagram.

De acordo com pesquisa da empresa de investimento Piper Jaffray, 80% dos teens usam a plataforma pelo menos uma vez por mês, bem mais do que os 74% que diziam curtir a rede social meses atrás. Instagram aparece em segundo, com 76% das preferências mensais dos jovens.

Ao analisar o relatório, o mais interessante é o impacto que o Snap teve no Facebook, mostrando que os com menos idade estão deixando de curtir a rede de Mark Zuckerberg. Segundo a instituição, das 10.000 pessoas perguntadas, apenas 52% usam o Facebook em um período de 30 dias, sendo que no ano passado eram 56%.

http://adnews.com.br/social-media/snap-bate-facebook-e-instagram-sendo-o-app-mais-curtido-por-jovens.html

Coca-Cola presenteia quem compartilha humanidade

21 de julho de 2015 · Atualizado às 15h58

Campanha da Coca-Cola em parceria com a JetBlue (Reprodução/ Youtube)

Uma das características mais evidentes da Coca-Cola é o seu poder de comunicação com o público jovem. Não à toa, a marca se apropriou de uma maneira muito interessante do termo mais emblemático das redes sociais, o famoso “compartilhe”.

Em parceria com a JetBlue, a empresa desenvolveu uma ação de câmera escondida como complemento da campanha “Share a Coke with Humanity”. Na Penn Station, famosa estação de trem de Nova York, a marca instalou uma vending machine aparentemente comum.

Entretanto, ao invés de apenas uma garrafa da bebida, a máquina soltava dois produtos. Aqueles que fizeram questão de compartilhar a garrafa no próprio local, com pessoas desconhecidas, foram surpreendidos com uma espécie de vale-passagem de ida e volta para algum destino disponibilizado pela JetBlue.

Confira o vídeo:

Redação Adnews – http://www.adnews.com.br/midia/coca-cola-presenteia-quem-compartilha-humanidade

Infoglobo lança portal para jovens com foco em mobile

Batizado de XD, site tem objetivo de trazer informações de maneira divertida

Infoglobo lança portal para jovens com foco em mobile

A Infoglobo acaba de lançar uma nova plataforma de informações e entretenimento direcionada ao público jovem, o XD. Em busca de estreitar relação com o público-alvo, o projeto será lançado em formato de site móvel.

O site irá trazer notícias de grande visibilidade que serão retratadas com irreverência e objetividade, além de dar foco especial à emoção. Os posts não serão organizados por editorias, mas sim por emoções representadas por ‘emoticons’. O site dispõe de algumas categorias como ‘Para Rir’, ‘Para Amar’, ‘Para Chorar’, ‘Para Espiar’ ou ‘Para Surtar’.

As notícias serão distribuídas por meio das redes sociais e o público poderá participar via WhatsApp ou outro aplicativo de comunicação. O projeto foi previamente testado e aprimorado durante a Campus Party desse ano e teve colaboração de jovens programadores.

Quanto ao modelo comercial, a proposta da plataforma é utilizar publicidade nativa, formato que reúne conteúdo editorial associado a marcas patrocinadoras.

29/04/2015

http://www.proxxima.com.br/home/mobile/2015/04/29/Infoglobo-lan-a-portal-para-jovens-com-foco-em-mobile.html

McDonald’s cria 24 horas de experiências interativas pelo mundo

Caixa de Big Mac que toca música, cabine de pedágio que vira drive thru, Jessie J. ao vivo no transporte público. Pode parecer estranho, mas essas coisas tem algo em comum: Fazer você amar tudo isso!

O McDonald’s está promovendo hoje (24) uma série de ações pelo mundo. E o dia não poderia ser outro, são 24 eventos em 24 cidades diferentes no período de 24 horas. A série faz parte do movimento Imlovinit24, um projeto com o objetivo de posicionar a marca nas redes sociais e conectar-se com o público jovem.

Entre as cidades estão Sydney, Tóquio, Dubai, Madri, Nova Iorque, Rio de Janeiro, Buenos Aires e outras grandes capitais. As experiências vão desde um show da cantora Jessie J. em um ônibus em Londres até uma cabine de pedágio que se transforma em um drive-tru distribuindo combos grátis nas Filipinas.

Através do site Imlovinit24.com os usuários podem acompanhar todas as experiências em tempo real, além de compartilhar as fotos feitas pelos participantes em cada país.

Na América Latina, Brasil e Argentina são os únicos envolvidos. Por aqui, a ação criada pela DM9DDB acontece na praia carioca do Neblon, onde uma máquina distribui cupons que dão direito a um sorvete ou uma bebida gelada. É então que começa o desafio, o sortudo tem que correr para trocá-lo no McDonald’s mais próximo já que o cupom, esculpido em gelo, começa a derreter rapidamente.

“Essa é uma ação que mostra os novos caminhos irreversíveis da comunicação global, em tempo real e com recursos integrados e interativos. É uma experiência local, mas com concepção toda digital para ampliação da audiência para que mais pessoas no Brasil e no mundo tenham a oportunidade de vivenciar a ativação no Rio de Janeiro”, comenta Igor Puga, Chief Interactive Officer da DM9DDB.

A rede trabalha para desviar a imagem de grande anunciante de mídia tradicional para um produtor de conteúdo próprio. A aposta estratégica para alcançar as pessoas que estão em “movimento nas telas” inclui a estruturação de uma equipe própria de digital, a começar pela contratação de Atif Rafiq, primeiro chefe digital da marca.

Redação Adnews

24 de março de 2015 · Atualizado às 15h23

http://www.adnews.com.br/publicidade/mcdonald-s-cria-24-horas-de-experiencias-interativas-pelo-mundo