Cliente poderá fazer pedido dentro do restaurante com solução do iFood

Cliente poderá fazer pedido dentro do restaurante com solução do iFood

O iFood desenvolveu uma tecnologia para auxiliar esses estabelecimentos a oferecer mais segurança no salão. Com o “Na Mesa”, o app passa a permitir que usuários do iFood utilizem o celular para consultar o cardápio, customizar pedidos, efetuar pagamentos e acompanhar o status de preparo – minimizando assim a necessidade de contato físico. A solução será isenta de taxas até final de 2020.

A ideia foi motivada devido às restrições como higienização reforçada, medição da temperatura de funcionários e distanciamento entre os consumidores, que são fundamentais para a reabertura de bares e restaurantes, em cidades como São Paulo.

No local ou para viagem

A tecnologia de autosserviço funciona tanto para quem quer consumir no local quanto para quem prefere levar a comida para viagem. O recurso funcionará por meio de um QR Code que estará no balcão ou na mesa do restaurante e que deverá ser escaneado utilizando o próprio app. Dessa forma, o cliente escolhe o prato direto no cardápio digital.

O “Na Mesa” passa a ser implantado a partir da segunda semana de julho em todo Brasil. A expectativa é que, até setembro, 50 mil restaurantes já tenham aderido à tecnologia.

Com informações do Pequenas Empresas Grandes Negócios.

Por Imprensa Mercado & Consumo -30 de junho de 2020 – https://www.mercadoeconsumo.com.br/2020/06/30/cliente-podera-fazer-pedido-dentro-do-restaurante-com-solucao-do-ifood/

Consumidores esperam que a tecnologia traga autonomia nas compras

A tecnologia mudou o comportamento do consumidor, que ficou mais exigente. De acordo com pesquisa realizada pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas) e pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito), em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), 41% dos brasileiros esperam que a tecnologia proporcione mais autonomia no consumo e 26% mais prazer ao realizar as compras.

Por outro lado, 28% dos entrevistados afirmaram que se sentem desconfortáveis com essas novas ferramentas porque preferem o contato com atendentes e vendedores e 17% acreditam que os produtos ficaram mais caros devido à tecnologia.

Entre as novidades tecnológicas mais utilizadas para a realização de compras estão os aplicativos, com 67% da preferência; seguidos pelos pagamentos com máquinas portáteis, utilizados por 65%, e o atendimento por meio de chatbots e assistentes automáticos, com 62%.

Segundo o estudo, outras tecnologias como a realidade aumentada, que por meio de QR code fornece informações detalhadas sobre produtos ou serviços; os pagamentos feitos por aproximação de celular, smartwatch ou pulseiras; provadores virtuais em sites, lojas físicas ou aplicativos e a realidade virtual que simula o uso de um serviço (são menos conhecidas e utilizadas, com, respectivamente, 27%, 22%, 19% e 12% de uso.

Os resultados da pesquisa também mostram que os consumidores concordam que a tecnologia proporciona economia de tempo (67%), facilita o acesso à informação (65%), simplifica as compras (61%), a conexão com outras pessoas (58%) e o deslocamento pela cidade (58%).

Além disso, nem todos os pesquisados concordam com a existência de alguns pontos negativos. 65% dos respondentes discordam que a tecnologia faça eles se sentirem vigiados ou sem privacidade, 72%  não acreditam que ela os façam gastar mais dinheiro e 71% que cause estresse pela exposição intensa a e-mails e redes sociais.

“As novas tecnologias impactam de muitas maneiras o cotidiano das pessoas. O consumidor espera que elas tragam autonomia, rapidez e segurança em suas compras. Cabe às empresas repensarem suas estratégias e se adequarem a esse novo cliente conectado”, afirmou José César da Costa, presidente da CNDL.

Com o digital, os consumidores esperam mais agilidade e qualidade no atendimento. Sendo assim, as empresas precisam investir em ferramentas capazes de tornar os processos mais rápidos e eficientes. 63% dos entrevistados acreditam que agilidade no atendimento é o principal diferencial de uma companhia. Para 55% dos consumidores, a experiência omnicanal é o principal, já que contam com a opção de fazer uma compra online e retirar o produto em uma loja física.

Já 42% dos consumidores desejam que as lojas tenham WiFi grátis, 42% querem a disponibilização de catálogos virtuais e 38% anseiam por um atendimento personalizado, considerando gostos e interesses pessoais.

Neste processo de transformação digital, o smartphone é principal dispositivo usado para conexão com a internet, indicado por 86% dos entrevistados. De modo geral, 96% dos entrevistados possuem ao menos um aplicativo instalado no seu smartphone. Os mais baixados são os aplicativos de mensagens (82%), seguidos pelas redes sociais (77%) e aplicativos para compartilhamento de vídeos (66%). Em seguida aparecem os buscadores de informações (62%), serviços de transporte (61%), aplicativos de bancos (59%) e de geolocalização (58%).

Tecnologias como realidade virtual, inteligência artificial, sensores biométricos e dispositivos de geolocalização são percebidas como benéficas, uma vez que 20% dos entrevistados consideram que elas facilitam a vida das pessoas, 14% dizem que trazem agilidade e 14% que elas ajudam em momentos de necessidade.

Mas a tecnologia mais unânime entre os que testaram é a realidade virtual, já que 90% indicam que ela contribui em alguma medida para a decisão de compra de um produto ou serviço. É importante observar que ela tem grande potencial para crescer, pois apenas 12% dos pesquisados tiveram alguma experiência com ela.

Para 49% dos entrevistados a possibilidade de vivenciar ou simular o item é que mais os auxiliam a comprar ou se interessar por um produto, enquanto 34% citam a possibilidade de poder experimentar vários produtos e situações diferentes.

“Quanto mais os consumidores tiverem a oportunidade de experimentar essa tecnologia, maior a chance de perceberem todos os benefícios que os produtos oferecem. As empresas têm um papel essencial para explorar as diversas aplicações da tecnologia a fim de ajudá-las a se manter cada vez mais conectadas com os clientes. Uma experiência de realidade virtual imersiva com uma simulação de compra pode ser capaz de potencializar a capacidade de vendas de uma empresa”, disse Costa.

A pesquisa mostra que 78% da população possuem pelo menos um aparelho com sensores inteligentes, como Smart TVs (67%), aparelhos para cuidados com a saúde (31%), impressoras e scanners sem fio programadas à distância (21%), luzes com sensores de presença (18%) e câmeras de segurança com conexão ao celular (14%).

As principais razões apontadas pelos entrevistados para a posse desses itens são a comodidade, por tornar a vida mais fácil e produtiva (51%), a melhora na qualidade de vida (46%), a segurança (42%) e a economia de tempo (32%).

“A chamada ‘Internet das Coisas’ é um caminho sem volta e impacta diferentes territórios da vida humana, e não somente as relações de compra e consumo. No Brasil, o interesse das pessoas em produtos deste segmento cresce a cada ano. Uma única pessoa terá dezenas de dispositivos à sua volta, e o consumidor quer segurança e preço competitivo”, esclareceu Costa.

Por outro lado, apesar do aumento da utilização desses dispositivos no dia a dia da população, algumas barreiras ainda dificultam a aquisição e a utilização dos chamados aparelhos inteligentes nas residências. Os principais entraves apontados pelos entrevistados são o alto custo (63%), despesas com manutenção (40%), além da preocupação com a privacidade dos dados (22%) e o risco de serem atacados por hackers criminosos (21%).

Shopping Eldorado lança aplicativo para clientes

O Shopping Eldorado lançou um aplicativo oficial para clientes do centro comercial. O objetivo é trazer comodidade, incentivar as ações de relacionamento entre as lojas e os frequentadores.

“Quem baixar o aplicativo poderá acessar funcionalidades, como pagamento do estacionamento pelo celular, compra de ingressos de cinema, receber notificações com promoções e ofertas, lembrete de vaga de estacionamento, lista de lojas e serviços”, disse Lilian Piva, gerente de Marketing do Shopping Eldorado.

Novas funcionalidades serão introduzidas no segundo semestre de 2018. A expectativa é que o cliente cadastre as notas nas promoções do shopping através do QRCode, acesse o diretório de lojas, reserve mesas e até faça pedidos de pratos nos restaurantes através da ferramenta.

Por  Imprensa Mercado & Consumo – 

http://www.mercadoeconsumo.com.br/2018/05/03/shopping-eldorado-lanca-aplicativo-para-clientes

BK Express é o novo jeito que você pode comprar no Burger King

bk pagamento

O Burger King Brasil lança mais uma novidade aos seus consumidores: a função de pagamento antecipado “BK Express”. A nova tecnologia, integrada ao novo app da marca, já está disponível em alguns restaurantes da rede e a marca pretende expandí-la nacionalmente durante este ano. O objetivo é melhorar a experiência do consumidor, garantir agilidade no atendimento e a qualidade e frescor do produto.

A nova tecnologia, chamada “pedido antecipado” permite ao consumidor decidir o que pedir e como pagar – inclusive personalizando da forma que bem entender – sem precisar se preocupar em esperar na fila de pedido. “Nosso foco em digital tem por objetivo aumentar de maneira significativa a experiência dos nossos consumidores em nossas lojas – e isso inclui o processo de pedir seus produtos favoritos de maneira “express” – evitando as filas” afirma Ariel Grunkraut, diretor de marketing do BK Brasil.

O resultado dos testes da nova funcionalidade
tem sido encorajador, já que reduziu o tempo de atendimento do consumidor. A empresa já utilizava desde o ano passado tablets para pedidos em todo o seu staff de supervisores de venda em suas lojas e agora também iniciou testes com quiosques de auto-atendimento.

Como funciona

Os pedidos feitos via mobile são enviados diretamente para a cozinha no momento que o consumidor chega no restaurante e encontra uma peça de comunicação especial com um QR code, que deve ser escaneado dentro do próprio aplicativo do BK- garantindo que o produto saia fresquinho da grelha direto para o consumidor.

O Brasil é um dos primeiros países onde a marca irá lançar a funcionalidade, que é única e foi desenvolvida visando a simplicidade e garantia de que a qualidade do produto seja condizente com a marca, e já está disponível para os consumidores nos sistemas IOS e Android.

“O aplicativo BK Express é parte de uma série de inovações que estamos planejando e implantando para aperfeiçoar a experiência do nosso consumidor”, afirma Ariel. O executivo conta que o aplicativo pretende ser um hub de inovação no modelo omnichannel e tem o objetivo de proporcionar uma experiência autêntica aos clientes, cada vez mais envolvidos com tecnologia, mas sempre oferecendo produtos frescos e de qualidade.

No momento o serviço está disponível nas lojas da Avenida Paulista 633, Alphaville IL Rio Negro, Shopping Vila Olímpia, Shopping Tamboré e Parque Shopping Barueri.

http://adnews.com.br/tecnologia/bk-express-e-o-novo-jeito-que-voce-pode-comprar-no-burger-king.html

Nova edição da Harper´s Bazaar foi totalmente fotografada por celular

 

19 de Julho de 2016
Nova edição da Harper´s Bazaar foi totalmente fotografada por celular

A edição de julho da Harper´s Bazaar traz algo inédito para o mercado editorial brasileiro. A revista foi totalmente fotografada por celular, da capa a todos os editoriais.

A edição que chegou às bancas na última semana foca na tecnologia mobile. A capa, por exemplo, traz um cenário sem modelo, apenas com um QR code que permite que os leitores vejam a capa com Aline Weber pela tela do celular. A top foi clicada em clima olímpico no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.

A edição, que fica nas bancas até o final de agosto, conta com direção criativa de José Cabaço, profissional que atuou como diretor de agências como Wieden + Kennedy, Young & Rubicam e Leo Burnett em países como Portugal, Holanda e Estados Unidos, assim como diretor de marcas como a Nike, Hurley e Eddie Bauer

http://adnews.com.br/midia/nova-edicao-da-harpers-bazaar-foi-totalmente-fotografada-por-celular.html