BK Express é o novo jeito que você pode comprar no Burger King

bk pagamento

O Burger King Brasil lança mais uma novidade aos seus consumidores: a função de pagamento antecipado “BK Express”. A nova tecnologia, integrada ao novo app da marca, já está disponível em alguns restaurantes da rede e a marca pretende expandí-la nacionalmente durante este ano. O objetivo é melhorar a experiência do consumidor, garantir agilidade no atendimento e a qualidade e frescor do produto.

A nova tecnologia, chamada “pedido antecipado” permite ao consumidor decidir o que pedir e como pagar – inclusive personalizando da forma que bem entender – sem precisar se preocupar em esperar na fila de pedido. “Nosso foco em digital tem por objetivo aumentar de maneira significativa a experiência dos nossos consumidores em nossas lojas – e isso inclui o processo de pedir seus produtos favoritos de maneira “express” – evitando as filas” afirma Ariel Grunkraut, diretor de marketing do BK Brasil.

O resultado dos testes da nova funcionalidade
tem sido encorajador, já que reduziu o tempo de atendimento do consumidor. A empresa já utilizava desde o ano passado tablets para pedidos em todo o seu staff de supervisores de venda em suas lojas e agora também iniciou testes com quiosques de auto-atendimento.

Como funciona

Os pedidos feitos via mobile são enviados diretamente para a cozinha no momento que o consumidor chega no restaurante e encontra uma peça de comunicação especial com um QR code, que deve ser escaneado dentro do próprio aplicativo do BK- garantindo que o produto saia fresquinho da grelha direto para o consumidor.

O Brasil é um dos primeiros países onde a marca irá lançar a funcionalidade, que é única e foi desenvolvida visando a simplicidade e garantia de que a qualidade do produto seja condizente com a marca, e já está disponível para os consumidores nos sistemas IOS e Android.

“O aplicativo BK Express é parte de uma série de inovações que estamos planejando e implantando para aperfeiçoar a experiência do nosso consumidor”, afirma Ariel. O executivo conta que o aplicativo pretende ser um hub de inovação no modelo omnichannel e tem o objetivo de proporcionar uma experiência autêntica aos clientes, cada vez mais envolvidos com tecnologia, mas sempre oferecendo produtos frescos e de qualidade.

No momento o serviço está disponível nas lojas da Avenida Paulista 633, Alphaville IL Rio Negro, Shopping Vila Olímpia, Shopping Tamboré e Parque Shopping Barueri.

http://adnews.com.br/tecnologia/bk-express-e-o-novo-jeito-que-voce-pode-comprar-no-burger-king.html

Anúncios

Empresas criam mapaOOH para comprovar impacto das campanhas no meio

mapa ooh

Planejar a mídia OOH com dados de alcance, frequência e GRP já é uma realidade no Brasil. As empresas Clear Channel, JCDecaux e Otima aproveitaram o momento para apresentar ao mercado o MapaOOH, com métricas de audiência para o setor.

O sistema  que teve um investimento de R$ 12 milhões, foi criado para que agências e anunciantes possam planejar e avaliar campanhas de OOH com dados comparáveis aos de outras mídias. Em um primeiro momento, o MapaOOH abrangerá o mobiliário urbano dos mercados das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, mas com potencial de crescimento para outros formatos e outras capitais do País.

Sérgio Viriato, gerente do projeto MapaOOH falou sobre o movimento: “A profissionalização do meio, com a chegada de players globais e empresas nacionais de grande porte, fez com que o setor crescesse de forma expressiva nos últimos anos”, garante. Viriato adiciona: “Faltavam, no entanto, dados concretos e um sistema viável para comprovar o impacto das campanhas. O MapaOOH nasce de um projeto audacioso iniciado em 2014, fruto do pioneirismo das três principais empresas do setor no Brasil.”

A pesquisa de audiência é desenvolvida por um consórcio internacional, com coordenação local, formado pela Ipsos Brasil, Ipsos UK, MGE Data, Telefonica e Logit. A metodologia utilizada, baseada nas diretrizes globais da Esomar, cruza dados dos inventários das empresas exibidoras, como tipos e quantidades de faces, com dados de deslocamentos de pessoas em seus diversos trajetos diários, levando em conta os diferentes meios de transporte. Todas essas informações são então lançadas num único sistema de geolocalização.

Viriato conta que os dados mostram que o OOH atinge expressivos índices de alcance e frequência em diversos targets. “Considerando todo o inventário cadastrado no sistema, mais de 59% da população de São Paulo vê uma face de mídia exterior pelo menos uma vez por semana e no Rio este índice é de 55%. Em média, cada uma dessas pessoas é impactada 86 vezes por semana em São Paulo e 173 vezes no Rio. São mais de 490 milhões de impactos por semana em São Paulo e mais de 495 milhões no Rio.”, defende.

Para um roteiro combinado de 300 faces em cada cidade, com distribuição homogênea das faces, os números de alcance na população de mais de 15 anos em São Paulo e no Rio são de 29% e 38% respectivamente, com frequência média de 5,1 impactos por pessoa em São Paulo e de 10,1 no Rio de Janeiro, atingindo um total de 14 milhões de impactos em São Paulo e 20 milhões no Rio de Janeiro.

Viriato ainda destaca que esses números são praticamente impossíveis de serem obtidos em outras mídias pelo custo estimado para este tipo de roteiro. “Por isso acreditamos que o MapaOOH deve aumentar ainda mais a relevância do meio. Com os resultados que a pesquisa comprova, podemos chegar ao mesmo share de investimento de países como Japão, França e Inglaterra, que já usam métricas semelhantes à nossa.”

O serviço está disponível online, por meio de um software que terá o seu acesso liberado para agências e clientes até o fim de 2018.

Metodologia – Para o desenvolvimento do MapaOOH, foram realizadas 14 mil entrevistas para capturar os trajetos da população da Grande São Paulo e Grande Rio de Janeiro, resultando em quase 80 mil percursos analisados e uma estimativa segura dos dados de audiência. A próxima atualização dos dados – que estará disponível em maio – irá incluir outros 410 milhões de trajetos realizados ao mês, capturados a partir de dados anônimos de deslocamento de mais de 8 milhões de usuários de celulares. Constantes atualizações do sistema, com mais trajetos, permitirão a análise de targets cada vez mais específicos.

Todos esses dados foram modelados para garantir a correta distribuição desses fluxos pelas vias e diferentes modais – automóveis, pedestres e transporte público. O software de cálculo das audiências reúne então essas informações com os dados de faces publicitárias, para entregar os resultados de cada campanha do meio.

“O mais importante é que estamos falando de pessoas que viram as faces e não que simplesmente passaram por elas”, destaca Viriato. “Utilizamos uma metodologia internacional, adotada em dezenas de países, para calcular a probabilidade real de cada passante efetivamente fazer um contato visual com cada face.  É a primeira vez que esta metodologia é aplicada na América Latina

http://adnews.com.br/negocios/empresas-criam-mapaooh-para-comprovar-impacto-das-campanhas-no-meio.html

Plataforma da Motorola expõe apego da sociedade ao celular

sad

Quer saber se você tem uma relação saudável com seu smartphone? Para demonstrar a proximidade do mobile na vida atual, a Motorola propõe aprofundar este debate com o lançamento da plataforma Phone Life Balance, que reúne conteúdos que ajudam as pessoas a refletirem sobre a necessidade do uso equilibrado dos smartphones.

Para embasar a campanha, a marca realizou um estudo mundial coordenado pela Dra. Nancy Etcoff, especialista em Comportamento Mente-Cérebro e na Ciência da Felicidade pela Universidade de Harvard, e em parceria com a empresa independente Ipsos. Os resultados são preocupantes. No Brasil, por exemplo, 49% dos usuários da geração Z (de 16 a 20 anos) considera o smartphone “seu melhor amigo”.

“A Motorola acredita que o smartphone mudou a vida das pessoas para melhor. É possível trabalhar, estudar e se comunicar com muito mais agilidade atualmente, mas é necessário ter equilíbrio para que essa relação se mantenha positiva”, afirma Renata Altenfelder, diretora de marketing da Motorola para América Latina.

Para conhecer o hub, basta acessar hotsite. Além da pesquisa completa, o site traz um manifesto em favor do uso inteligente do smartphone e até um quiz – “Você pertence ao seu smartphone ou ele pertence a você?”. Nele, os usuários podem fazer um teste on-line que mostra o nível de dependência do celular de cada um. O site ainda conta com vídeos e materiais de apoio para gerar uma reflexão sobre o tema.

http://adnews.com.br/tecnologia/plataforma-da-motorola-expoe-apego-da-sociedade-ao-celular.html

 

BYTON: O PRIMEIRO CARRO 5G DO MUNDO

POR INNOVATION INSIDER | 01 MARÇO 2018

 Ele tem tudo que um Tesla tem, mas tem algo que nenhum Tesla tem: conectividade 5G.

Aqui no MWC ele chama a atenção porque é o único que pode oferecer esse protocolo de conectividade, o que significa que o BYTON rompe a barreira da velocidade de conexão enclausurada até agora no 4G ( que para nós já estava bom, e na verdade ainda quebra um baita galho), para entrar no campo gravitacional da exponencialidade.

Se você entrar no stie do fabricante chinês do BYTON, vai ver que eles posicionam seu modelo como um smart device. Só que grandinho, né? Mas em verdade, é isso mesmo.

O BYTON, como serão todos os carros conectados com o 5G, são aparelhos móveis que, em vez de apenas fazer chamadas telefônicas, navegar na internet, mandar e receber mensagens, disponibilizar conteúdos e manipular outros apps, como fazem os nossos smartphones, ele é tudo isso e mais um carro elétrico autônomo. Percebeu?

Um dia, no futuro, quando você estiver com seus netinhos, poderá dizer …. “eu vi o primeiro carro 5G do mundo …”.

Seu netinho ou netinha, certamente, vão rir de você. Porque todos os carros serão 5G. Ou algo ainda mais complexo.

Seja como for, o BYTON merece uma navegada no site da empresa para você entender onde está o estado da arte da indústria automotiva, como o 5G anaboliza isso e entender também que os carros serão pontos de contato altamente importantes para as marcas e o marketing.

Se está tudo conectado e o carro anda sozinho, o que os passageiros (não vai ter motorista, certo?) vão ficar fazendo? Consumindo as mensagens da sua marca, óbvio.

http://innovationinsider.com.br/byton-o-primeiro-carro-5g-do-mundo/

E a Land Rover resolveu lançar um… Smartphone

land

Algumas extensões de marca são curiosas, mas ao mesmo tempo extremamente oportunas, pelo menos sob o ponto de vista do marketing. Assim é o Land Rover Explore. Segundo a marca, o novo aparelho, que foi apresentado hoje (22) ao mundo, promete ser tão robusto e capaz como o novo Discovery, veículo que inspirou a novidade. O smartphone é desenvolvido pela empresa, em parceria com o Bullitt Group.

O lançamento foi revelado durante o Congresso Mundial de Mobilidade, em Barcelona. O telefone tem capacidade para permanecer ligado por dois dias completos em uso normal. A ideia é que a bateria de 4000mAh permita que o celular acompanhe os consumidores  enquanto eles percorrem grandes distâncias a pé, pedalando ou mesmo esquiando.

A vida útil da bateria ainda pode ser duplicada com o uso do Adventure Pack, acessório que também aumenta a confiabilidade e precisão do sinal GPS, melhorando o mapeamento.

Com uma proposta aventureira, o Land Rover Explore suporta uma imersão de até 1.8 metros de profundidade na água – inclusive salgada – além de funcionar mesmo em temperaturas extremas, umidade, choque térmico e exposição à vibração.

A ideia é que todas essas características permitam que o aparelho continue funcionando sem problemas, mesmo sob forte chuva, durante uma trila enlameada, em uma tempestade de neve ou mesmo durante um mergulho no mar.

Com sistema operacional Android, o aparelho possui um painel de controle para o acesso instantâneo às informações meteorológicas e aos dados dos sensores do dispositivo. A tela Full HD funciona com luz solar brilhante e pode ser controlada com luvas ou dedos molhados. O Land Rover Explore também é totalmente compatível com todos os aplicativos do sistema de entretenimento InControl Apps, oferecidos nas linhas de veículos da Jaguar e da Land Rover.

O aparelho estará disponível para venda a partir do próximo dia 26 de Abril, e será comercializado por meio do site ou em alguns representantes da marca no Reino Unido, Alemanha e Bélgica. O modelo tem preço em libras esterlinas entre £599 e £649, dependendo do pacote de opcionais.

Ainda não há não há previsão para o aparelho ser comercializado no Brasil

http://adnews.com.br/tecnologia/e-land-rover-resolveu-lancar-um-smartphone.html

3 boas razões para transformar os chatbots em aliados no atendimento

chatbot

A era em que as empresas comandavam as relações de consumo chegou definitivamente ao fim. No lugar, surgiu o consumidor 5.0, que não aceita menos do que um atendimento de excelência e um produto de qualidade. Ele é ultraconectado, bem informado e pode tanto promover uma marca gratuitamente quanto contribuir para que a companhia feche as portas. Diante desse cenário, as empresas se viram em um impasse: como encantar, satisfazer e fidelizar o cliente 5.0?

A chave está em entender qual problema ele quer resolver, quais são os gostos e preferências, o que busca, como pensa e o que considera importante no relacionamento com as marcas. Difícil? Se você tiver a tecnologia como aliada, tudo se torna mais simples. Dentro desse contexto, há uma ferramenta muito útil – e melhor, válida para companhias de todos os tamanhos e ramos de atuação – que pode reunir esse conhecimento sobre o consumidor com agilidade e assertividade: o chatbot.

A tecnologia cognitiva dos chatbots permite identificar o contexto da conversa de forma rápida, para propor as melhores soluções ao cliente em linguagem natural, muito próxima da humana. Além disso, eles são capazes de aprender continuamente, com o apoio do profissional de tecnologia, conforme as interações vão acontecendo.

Outro benefício dos chatbots é que eles podem ser utilizados em diferentes necessidades, desde pesquisa de satisfação,  atualizações cadastrais, até campanhas de marketing e pós-venda, atuando como a interface entre a empresa e o cliente. Eles não se limitam a necessidades conhecidas e podem ser incluídos em qualquer projeto, oferecendo uma ampla gama de possibilidades, por ser uma das mais inovadoras formas de abordar clientes e prospects.

A automação e agilidade nos processos é outro diferencial dos chatbots. Eles permitem a interação com milhões de pessoas ao mesmo tempo, sem filas, aprimorando a relação empresa-cliente. Dados de mercado revelam que o ganho em economia fica próximo dos 95%, aliando a estratégia dos seres humanos com a operacionalidade dos chatbots.

Para ficar ainda mais claro, traço três principais motivos para adotar os chatbots e, assim, elevar a relação de clientes e marcas a um patamar muito mais inteligente, simplificado e eficiente:

  1. O futuro é conversacional

Pesquisas recentes mostram que os chatbots devem assumir as interações entre empresas e consumidores em breve. Isso porque os consumidores, principalmente os 5.0, não querem esperar para ter seus problemas resolvidos ou para serem atendidos. Muitos deles já descobriram nas mensagens instantâneas a forma mais rápida e assertiva de encontrar as respostas. Além disso, preferem estabelecer uma conversa inteligente e informal com as companhias.

  1. User experience na prática

O Gartner revelou que, em poucos anos, 89% das empresas estarão competindo pela experiência do consumidor. Nessa batalha, que nem sempre se trata de um “acordo de cavalheiros”, vencerá quem oferecer o que o cliente busca, e não necessariamente o produto ou serviço com mais recursos, interfaces, funcionalidades. É preciso começar já a conhecer o seu público-alvo! E não há maneira mais rápida, eficiente e próxima do que os chatbots.

  1. Mimos? Sempre!

O consumidor 5.0 adora ser surpreendido. Precisa ter a percepção clara de que não é apenas um em um milhão de clientes. Para isso, a personalização é fundamental e está explícita nos chatbots. Com o chatbot você pode perguntar, por exemplo: “O que te deixaria ainda mais feliz com a nossa marca?” “Desconto?” “Promoções?” “Mais unidades?”. As possibilidades são infinitas.

Portanto, se você está buscando uma forma segura, personalizada, inteligente, simples e que, ao mesmo tempo, ofereça escala com investimentos atrativos para se relacionar com o novo perfil de consumidor, os chatbots são, sem sombra de dúvidas, grandes aliados.

Rafael Barin é gerente comercial para pequenos e médios negócios na Zenvia

http://adnews.com.br/adarticles/3-boas-razoes-para-transformar-os-chatbots-em-aliados-no-atendimento-ao-cliente.html

Otima instala Wi-Fi em 120 ponto de ônibus de SP

Ponto de ônibu

Mais conforto e interatividade. É com base nesses conceitos que a Otima, concessionária responsável pela substituição e manutenção dos abrigos de ônibus de São Paulo, leva Wi-Fi grátis e de alta velocidade a diversos pontos da cidade.

Até o momento, já são 120 abrigos conectados. A meta da empresa é continuar expandindo a oferta de wi-fi nos próximos meses. “Nosso objetivo é aprimorar os serviços que oferecemos à população e melhorar a experiência do usuário como um todo”, explica Anderson Santos, head de planejamento estratégico da empresa.

Para utilizar o Wi-Fi basta realizar um simples cadastro uma única vez. Desde o início da implantação, já foram feitos mais de 16 mil cadastros nas redes, número que aumenta a cada dia.

Os abrigos que possuem o serviço serão identificados com um logotipo da empresa. Para a definição dos endereços, a Otima mapeou os locais mais movimentados e que possuem disponibilidade de fibra.

http://adnews.com.br/tecnologia/otima-instala-wi-fi-em-120-ponto-de-onibus-de-sp.html