Amazon go quer acabar com as filas em supermercados

 

06 de Dezembro de 2016 11h – Atualizado às 11:10

Amazon go

Filas em supermercados são estressantes. Por outro lado, para algumas categorias de produtos a compra online não é a ideal, principalmente em casos de alimentos perecíveis. Por essas e outras, a Amazon desenvolve há quatro anos um sistema de compras em que é possível ir até as prateleiras, pegar o que deseja, sair sem passar em nenhum caixa e esperar tranquilamente a conta vir na próxima fatura do cartão.

A primeira loja nesses moldes já estreou no piso térreo de um seus novos escritórios em Seattle. Até o momento, o estabelecimento de mais de mil metros quadrados é exclusivo para os funcionários. Porém, se a experiência der certo, a promessa é de que este conceito de compra se expanda cada vez mais.

A tecnologia desenvolvida pela gigante é similar aos mecanismos utilizados em carros inteligentes. O protótipo utiliza visão computadorizada, algoritmos e inúmeras fusões sensoriais para trazer comodidade e menos dor de cabeça aos compradores. Tudo isso posto em prática, de uma forma simples, nos faz sonhar ser realmente possível acabar com as filas.

Confira abaixo o vídeo que mostra como o mercado conceito funciona e as inovações tecnológicas por trás dele:

Messenger planeja crescer mais de 50% em dois anos

 

05 de Dezembro de 2016 13h – Atualizado às 13:48

Messenger

O Facebook realizou um estudo, comissionado junto a Nielsen, para entender como as pessoas usam aplicativos de mensagem instantânea, como o Facebook Messenger. O estudo busca entender como a possibilidade de se comunicar via mensagens impacta a vida das pessoas e como muda a forma como elas se relacionam com negócios. E a perspectiva é que a quantidade de troca de textos continue crescendo exponencialmente 2018.

Hoje, 59% das pessoas afirmam que já enviam mais mensagens hoje do enviavam que há dois anos. Nos próximos dois anos, 50% dos entrevistados acreditam que vão trocar mais mensagens com um outro indivíduo, 60% com grupos e 67% espera ampliar essa conversa com empresas. A expectativa é que a troca de mensagens cresça 56% até 2018.

Além disso, o estudo mostra como as pessoas de lugares diferentes do mundo enxergam a possiblidade de enviar mensagens de texto via aplicativo. No Brasil, por exemplo, o uso de aplicativos de mensagem instantânea é considerado conveniente, econômico e eficiente, nessa ordem.

Em praticamente todos os 14 mercados as pessoas veem as mensagens prioritariamente como conveniente. Os indianos, consideram em segundo lugar a possibilidade de troca de mensagens divertidas, enquanto os australianos a consideram casual. No Brasil os entrevistados disseram que os temas que eles mais conversam com outros indivíduos são filmes, seguido de pessoas que elas conhecem e para atualizar os amigos e familiares sobre como eles estão.

Dos entrevistados em todos os mercados, 76% afirma que a possibilidade de mandar mensagens por aplicativos fez a vida deles ser melhor. E se engana quem acredita que apenas os jovens gostam de mandar mensagens. De todos os entrevistados, 65% dos Millenials (18-34 anos) dizem preferir enviar uma mensagem do que ligar ou mandar e-mails, seja para uma pessoa ou para um grupo. Entre a geração X (35-54) o número também é de 65% dos entrevistados e 63% dos baby boomers (+55 anos) declararam a mesma preferência.

Além disso, 1 em cada 2 entrevistados disse que as relações deles com outras pessoas melhoraram devido à nova forma de mandar mensagens. Aplicativos de mensagem instantânea fazem a comunicação mais simples para 69% dos entrevistados, 65% consideram que a comunicação ficou mais contínua, 65% consideram uma forma mais fácil de se comunicar com grupos e 63% consideram que as conversas se tornaram mais frequentes.

http://adnews.com.br/social-media/facebook-planeja-crescer-mais-de-50-em-mensagens-instantaneas-em-dois-anos.html

Confira 10 tendências de social media para 2017

05 de Dezembro de 2016 16h – Atualizado às 16:59

social

Com o intuito de enriquecer a visão do mercado com informações sobre consumo, desempenho e planejamento de mídia, a Kantar IBOPE Media acaba de compartilhar um estudo global da Kantar Media, com as dez tendências das mídias sociais para o próximo ano. Confira abaixo alguns dos principais insights da análise.

  1. Snap e Facebook: muito além do social – Diversificação como chave para o sucesso

Conquistar uma grande base de usuários de redes sociais já não é mais suficiente para as companhias que surgiram com foco neste segmento.

  1. Surfando a onda da “Realidade Aumentada” – O auge do ambiente web

Bastante popularizada a partir do fenômeno Pokemon Go, a chamada Realidade Virtual já chama atenção de diversos players do mercado de tecnologia — como Google, Apple, Facebook, Snap, Twitter e Amazon — e de veículos de mídia como o The New York Times.

  1. A revolução da distribuição de conteúdo – A era das experiências

A distribuição de conteúdo costumava ser bem simples. Mídias e marcas publicavam nos seus sites/blogs e compartilhavam estes conteúdos nas redes sociais. Este processo evoluiu intensamente e a proliferação de canais de comunicação exigiu das marcas o desenvolvimento de conteúdos específicos e abordagens customizadas para cada um deles.

  1. Os chatbots chegaram… mas não estão sozinhos – Iluminando o “dark social”

O movimento dos consumidores em direção ao uso massivo dos apps de mensagens já provoca, desde 2014, uma movimentação das marcas no mesmo caminho. Em 2016, os chatbots de atendimento – aplicativos que reproduzem códigos de conversas para gerar uma comunicação automatizada com os usuários – surgiram como outra grande tendência a se observar.

  1. O crescimento das redes de pergunta e resposta – Celebridades e influenciadores ao seu dispor

Começou na China e agora está se espalhando por outros mercados ao redor do mundo, a adoção em massa de serviços de Q&A que permitem o envio de perguntas para celebridades e influenciadores.

  1. Programas de influenciadores: aposta da moda ou sábio investimento? – A economia da confiança é mais que uma tendência

Em um cenário em que a identidade da marca não é mais restrita à sua própria mensagem, mas sim um reflexo das experiências coletivas de seus consumidores e fãs que seguem a companhia, a confiança é um atributo de suma importância. Neste contexto, o marketing de influenciadores se destaca. A linguagem moderna da confiança é engenhosa e, acima de tudo, alimentada por ótimas influências, classificações e críticas.

  1. Redes sociais e TV: o casal do futuro – Ponto de partida para uma nova geração de telespectadores

As redes sociais sempre tiveram um vínculo com o conteúdo de TV/vídeo. Agora, o fenômeno “Social TV” marca a união da televisão com essas mídias, por meio das milhões de pessoas que compartilham as suas experiências com outros telespectadores nas redes sociais.

  1. Fale! – Os assistentes virtuais querem antecipar os seus desejos

Nas pesquisas feitas na internet, as perguntas realizadas com recursos de voz dobraram de 2014 para 2015. A ferramenta é mais uma evolução nos mecanismos de busca na web, que hoje já permitem a personalização de resultados por geolocalização e até uma compreensão melhor da intenção dos usuários. A ideia é que as ferramentas de pesquisa de fato tragam respostas às perguntas dos usuários, e não apenas resultados de uma busca.

  1. Social commerce: quem será a galinha dos ovos de ouro? – Pinterest reivindica o trono

Ainda que as redes sociais tenham lançado recursos e ferramentas para facilitar a compra de produtos e serviços a partir de seus canais, a conversão ainda é complexa e apresenta resultados aquém das expectativas. Uma exceção parece ser o Pinterest. Uma pesquisa da Kantar Millward Brown relatou que 96% dos visitantes da rede social de compartilhamento de fotos usam o site para planejar uma compra, e 87% realmente fizeram uma compra depois de ver algo que apreciaram. Por isso, a capacidade do Pinterest gerar vendas é um importante diferencial da plataforma.

  1. Office War! – Tormenta para Slack e outros players

O mercado de ferramentas digitais para comunicação dentro das empresas ainda é muito fragmentado. Este é um setor que enfrenta desafios como a falta de compatibilidade entre diferentes recursos e a resistência de algumas companhias em adotar ferramentas sociais por considerarem que elas desviariam a atenção dos funcionários. No entanto, a crescente presença de Millennials na força de trabalho tende a mudar esse quadro — muitos deles veem as mídias sociais como a melhor maneira para romper as barreiras de comunicação, especialmente em grandes empresas.

Clique aqui para ver o estudo completo

http://adnews.com.br/social-media/confira-10-tendencias-de-social-media-para-2017.html

Facebook lança Flash, o concorrente do Snap  

 

09 de Novembro de 2016 13h – Atualizado às 13:24

flash

Já foi o tempo em que a maioria do material compartilhado em redes sociais era em formato de texto. Fotos e vídeos são a bola da vez. Por isso, O Facebook lança hoje (9) o Flash, um novo aplicativo para rivalizar com o Snap. Tal qual seu concorrente, ele também traz filtros divertidos, máscaras, molduras e ferramentas de desenho para que as pessoas criem conteúdo do dia a dia e compartilhem. No Brasil, a novidade personalizada chegará primeiro aos usuários do Android.

Segundo a rede social, já que a conexão aqui no país não é das melhores, a plataforma foi pensada para proporcionar uma experiência agradável, independentemente do modelo de telefone e das condições de conexão da rede. No app, cada componente trabalha individualmente, usando assim a menor quantidade possível de dados.

Para usá-lo é bastante simples. Depois de tirar uma foto ou gravar um vídeo, é possível  escolher enviar o conteúdo por bate-papo ou colocá-lo em uma história. Um flash desaparece assim que for visto por quem o receber ou 72 horas depois de ser postado como uma história.

A plataforma já está disponível para download no Brasil pela Google Play Store. Clique aqui para baixar.

http://adnews.com.br/social-media/facebook-lanca-flash-concorrente-do-snap.html

Primo Buenos Aires e Iconoclast fazem série mobile para o canal Studio+

 

09 de Novembro de 2016 15h – Atualizado às 15:07

fernades

O Studio +, canal internacional de conteúdo de entretenimento, acaba de promover a estreia mundial da minissérie ‘Ahí Afuera’ – ou Out There – escrita e dirigida por Nicolas Perez Veiga, sócio e diretor de cena da Primo Buenos Aires. Uma co-produção da Primo Buenos Aires (PBA) com a Iconoclast Content, a série foi idealizada para ser assistida por meio de telefones celulares, através de um aplicativo (@studioplus_app).

Com dez episódios de 10 minutos de duração, a série é o primeiro trabalho escrito e dirigido por Perez Veiga e coloca o profissional em um novo patamar. A produção ocorreu no primeiro semestre deste ano e teve como locação a Patagônia, na Argentina.

Estrelada por Matías Mayer, Belen Chavanne e Alejandro Awada, ‘Ahí Afuera’ é um thriller neo-western que mistura aventura, perseguição e uma história de amor, além de retratar a vida de personagens que sonhavam com um mundo melhor, mas que vão viver um verdadeiro pesadelo.

http://adnews.com.br/midia/primo-buenos-aires-e-iconoclast-fazem-serie-mobile-para-o-canal-studio.html

Aplicativo promete transformar usuários em “influencers”

 

10 de Novembro de 2016 11h – Atualizado às 11:22

influencers

Uma pesquisa recente do Reino Unido mostra que 58% dos entrevistados, entre homens e mulheres se dizem muito mais influenciados para tomar decisões quando recebem alguma recomendação de amigos e familiares do que pela mídia tradicional. Foi pensando em dar voz às pessoas nas redes sociais quando se trata de promover produtos e serviços que são fãs e ainda ganharem algo com isso, que surgiu a startup Bonuts, uma ferramenta de marketing de conteúdo gerado pelo usuário.

Por meio do aplicativo desenvolvido pela equipe dos sócios empreendedores Renata Chemin (CEO) Bruno Medeiros (Novos Negócios) e Fernando Ott (CTO), as marcas criam campanhas em que a grande estrela pode ser qualquer usuário. “Percebemos que há um certo distanciamento entre as marcas e as pessoas que consomem seus produtos. Mas no fundo, o que todos buscam é serem reconhecidos através de suas ideias, imagens ou estilo de vida. E acreditamos que aproximando esses dois lados, o valor é compartilhado, o impacto é positivo e todo mundo sai ganhando”, conta a CEO, Renata Chemin.

Na prática, funciona assim: depois de baixado o aplicativo o usuário  escolhe a campanha que quer participar, tira uma foto e a decora com um filtro criado pela própria marca em parceria com a Bonuts. Ao compartilhá-la nas redes sociais, o usuário ganha automaticamente um benefício da marca, sem sorteio competição ou qualquer custo. Esses benefícios podem ser descontos, um brinde para buscar na loja ou pontos Bonuts, que podem ser resgatados e transformados em pontos Multiplus.

A plataforma  já começa com 4 campanhas que serão lançadas nas primeiras semanas de vida do aplicativo: Sepha Perfumaria; é a plataforma InCast, que conecta profissionais de comunicação a oportunidades de trabalho; Chefs Club, clube de descontos para restaurantes em todo o Brasil e o grupo BNP Paribas

http://adnews.com.br/tecnologia/aplicativo-promete-transformar-usuarios-em-influencers.html

Periscope intensifica conexão entre usuários e sua audiência

 

11 de Novembro de 2016 09h – Atualizado às 09:57

Periscope

O Periscope, aplicativo de transmissão de vídeo ao vivo do Twitter, anunciou o lançamento de três novos recursos para que usuários do mundo todo possam conectar-se a suas audiências e comunidades na plataforma. Agora é possível saber quem são os seguidores mais engajados, criar grupos para uma transmissão privada e ampliar a interação nos vídeos ao vivo pela internet.

A partir de um algoritmo que avalia diferentes formas de engajamento e interação entre a audiência de uma transmissão e o perfil que está gerando o conteúdo, será possível saber quem são os chamados “superfans” de uma conta — usuários com maior nível de atividade durante transmissões de um mesmo perfil. Eles serão identificados por meio de ícones e exibidos em uma lista, de até 10 pessoas, no perfil do autor do vídeo. Para poder se tornar um superfan de um perfil, é necessário que o usuário siga o autor da transmissão. A novidade possibilita a criação de conexões mais significativas para a comunidade do Periscope, além de permitir que os superfans sejam reconhecidos.

Além disso, agora é possível transmitir e compartilhar vídeos com um grupo seleto de pessoas, sejam amigos ou públicos específicos. Este recurso ajudará a encontrar, descobrir e promover novas pessoas em comunidades na plataforma, já que qualquer pessoa pode adicionar novos usuários.

http://adnews.com.br/social-media/periscope-intensifica-conexao-entre-usuarios-e-sua-audiencia.html